Novo clipe de música da tampa da Tupperware

tupperware-clipe

Está virando moda falar das tampas da Tupperware que somem sem que você perceba, já vi em diversas redes sociais as pessoas marcando encontro entre as tampas da Tupperware e os potes sem tampa, confesso que achei muito engraçado. Mas esse problema é mais sério do que as pessoas imaginam, quando você compra uma Tupperware Online na internet, espera que tudo venha em ordem no seu pedido e que não falte sequer uma tampa.

Já pedi em diversos sites na internet e sempre tive problemas, o único que eu sempre pedi e recomendo é o da Amiga Tupperware, eles te atendem super bem e oferecem um suporte diferenciado a qualquer hora do dia. Faz diferença no final das contas, pois você sempre terá o que precisa em mãos com uma qualidade fora do comum da marca Tupperware que sempre nos surpreende com inovações.

Pensando em tudo isso, uma banda recente no estilo de rock resolveu criar um clipe falando sobre Comprar Tupperware. O clipe se desenrola em um ambiente da natureza, mostrando aspectos de culinária inseridos em um ambiente criativo com cozinheiras e cozinheiros que preferem qualidade em vez de preço. O que é muito frequente em pessoas que gostam de Comprar Tupperware Online é a preferência por sempre estar nas redes sociais e na internet como um todo.

tupperware-2

Esse clipe musical foi criado por Alexandre Saabam, um compositor originário do sul da Turquia e que mora no Brasil há mais de 18 anos, Alexandre já compôs muitas músicas ao lado de influentes cantores brasileiros, mas a sua principal composição foi a sua mais recente criação com o Hit da Tupperware que mostra as pessoas citadas anteriormente entrando no site da Amiga Tupperware e comprando todos os potes possíveis e inimagináveis.

O Brasil já faz parte dos principais países que compram Tupperware Online no mundo inteiro e o site mais acessado aqui no Brasil é o http://amigatupperware.com.br da Amiga Tupperware. Fundada no ano de 2016 e que já vem conquistando o coração dos brasileiros, não é pra menos que tenham feito um clipe musical homenageando a empresa que tanto zela pela experiência dos seus clientes.

Cada pessoa que gosta de Comprar Tupperware, já percebeu que a qualidade e a procedência dos produtos são de primeira linha, mostrando que a marca se importa com seus consumidores e com suas consultoras que sabem que podem esperar o melhor dos seus produtos adquiridos, pagando um valor justo e ganhando no custo benefício.

Parece que o mundo já mudou a sua visão sobre Comprar Tupperware Online e está cada vez mais de olho na Amiga Tupperware que vem dominando o mercado brasileiro e em breve estará expandindo para todo o mundo, a começar pelos países da América Latina em que já atua na Argentina e Chile. Eu, particularmente, amo os Produtos Tupperware e espero continuar recebendo esse atendimento diferenciado e caloroso por parte da empresa que já demonstrou ser uma das melhores em relação a experiência do consumidor como pessoa e como cliente.

Clipe “Frases que mudam” – Grazi Miranda

frases-que-mudam

Todos sabemos do talento que tem a incrível cantora Grazi Miranda e também conhecemos seu último clipe que foi lançado na semana passada, o hit Frases que mudam ficou nas primeiras posições das músicas mais tocadas no Brasil e está indo para o exterior, será traduzida para inglês e espanhol e tocada nas rádios de todo o mundo. Muito provavelmente será um sucesso em todo lugar que passar, ela já está na cabeça de muitas pessoas e dificilmente sairá tão cedo.

O clipe que inspirou essa música, foi o primeiro que fez a Grazi estourar nas paradas, o nome do clipe é Grazi Miranda Frases da Conquista. Com uma mistura de ritmo latino, envolvente e parecido com reggaeton, essa nova música fez com que fosse criada uma legião de fãs loucos para assistirem todos os shows da nossa cantora ilustríssima. Metade das rendas dos shows será doada a instituições que promovem a cultura musical em suas comunidades.

A definição do ritmo definido pelos novos ouvintes se encaixa em algo similar ao tecnobrega, um novo ritmo que mistura batidas eletrônicas com letras utilizadas normalmente no forró. O ritmo é envolvente e veste perfeitamente a música Grazi Miranda Frases da Conquista. Tendo isso em vista, o mercado agora irá explorar este novo estilo para que possa inserir em todas as classes sociais e torna-lo popular o mais rápido possível.

clipe-mania

Alguns artistas conservadores consideram o novo ritmo e as Frases da Conquista, como sendo uma moda passageira que não constará em nossa cultura com o passar do tempo, diminuindo a aderência pelo público jovem e intelectual, prevalecendo assim as músicas e ritmos mais antigos, os que sempre agradaram a todos e que são considerados “cults”. Variações são cada vez mais disseminadas e os clipes estão cada vez melhores produzidos.

O que estes artistas não entendem, é que o mundo está mudando e o que era bom, hoje não é mais, e o contrário também é verdade. As pessoas mudaram, os gostos mudaram, está surgindo uma nova geração que é fascinada pela Grazi Miranda Frases da Conquista e não dá pra negar esta febre. Não podemos repreender quem pensa diferente de nós, não precisamos gostar, é claro, mas devemos respeitar porque todos têm o direito de gostar do que quiserem.

Especialistas em comportamento musical e edição de clipes, dizem que este novo mercado que está surgindo, vai aumentar cada vez mais a receita das bandas que aderirem e também a deles próprios, já que os mesmos podem se adaptar a qualquer nova onda e podem surfar junto com as pessoas que estão nela. O maior segredo é não subestimar esta nova geração, pois quem subestime fica para trás, então devemos acompanhar e ficar antenado em todas as novidades do momento.

Os clipes são uma forma de representação da personalidade da autora materializados em vídeos, esses vídeos são disponibilizados em redes sociais e gerenciadores de vídeos na internet, pouco se sabe sobre onde isso vai parar, mas uma coisa é certa, nós devemos nos adaptar hoje. Nossos pais tinham o estilo de sua época e tinham um ponto de vista, agora as Grazi Miranda Frases da Conquista ditam o novo estilo e o novo ponto de vista do momento atual em que nos encontramos e aproveitamos.

Clipe “See You Again” – Wiz Khalifa ft. Charlie Puth

khalifa

Para quem acompanhou a os sete filmes da franquia “Velozes e Furiosos” essa música juntamente com o clipe deixou uma mescla de emoções inexplicáveis – então meu (minha) jovem se você não assistiu aos filmes, assista. Talvez o ponto que mais prevaleceu foi a tristeza, pelo fato do ator Paul Walker – que interpretava o personagem Bryan – ter morrido antes de concluir o filme – quem concluiu o filme foi o irmão do ator, graças a computação gráfica.

No clipe os fãs se emocionaram do começo ao fim, tanto pela letra, como pela cena do filme onde toca essa mesma música.

A letra da música retrata a amizade entre dois grandes amigos – o que está cantando e o quem é citado na letra. No filme e no clipe os dois grandes amigos são Dom e Bryan. Bryan não morre, mas no final eles andam de carro em uma estrada, porém depois de um tempo aparece dois caminhos diferentes, um para esquerda – sentido tomado por Bryan – e outro para direita – sentido pelo qual Dom seguiu. E assim termina o filme e o clipe.

O filme contém um clipe com compilações dos filmes anteriores na qual se toca essa a música “See You Again”, já na versão web no canal do Youtube de Wiz Khalifa são inseridos alguns trechos dele e de Charlie Puth cantando.

Tanto no clipe presente no filme e no Youtube como eu já disse, existem alguns trechos que vão do primeiro até o sétimo filme da franquia. Isso foi uma forma de homenagem ao ator que acabou encontrado um trágica e infeliz morte como já disse antes.

A letra da música é incrível e se encaixa perfeitamente na relação que Dom e Bryan tem em todos os filmes da franquia, aos fãs incondicionais da série, foi mais que uma simples homenagem, foi “A Homenagem”, e isso gerou uma comoção incrível, e isso é visto no sucesso do filme de da música.

Outro ponto sobre o qual vale citar é que a morte do autor aumentou o número de espectadores ainda mais, mesmo que foi um acontecimento muito trágico isso acabou possibilitando o filme e até o próprio trabalho do autor ganharem mais audiência e reconhecimento. Infelizmente nem toda audiência ou muito menos todo o dinheiro do mundo trará o amado Paul Walker de volta.

Enfim, para finalizar gostaria de deixar alguns dados surpreendentes alcançados pelo filme. O sétimo filme da franquia “Velozes e Furiosos” alcançou em 2015 a 4ª colocação no ranking dos filmes que mais arrecadaram em bilheteria na história do cinema, e o clipe tem mais de 2 bilhões de visualizações no Youtube.

E esse clipe, vai sempre estar disponível para aqueles que desejam matar a saudade do Paul Walker, que foi imortalizado como Brian O’conner – o louro do Skyline importado – em nossos corações graças as suas grandes aventuras vividas em todos os filmes dessa franquia sensacional que entrará para a história e que com certeza inspirará ainda mais histórias que amaremos assistir.

E desejo que os próximos filmes tenham ainda mais homenagens ao Paul. Até breve

 

 

Clipe “Rua Augusta” – Emicida

Atualmente o conceito de música vem sendo desconstruindo e a arte junto com ela. Hoje em dia qualquer música com uma melodia bonitinha e um refrão chiclete – que às vezes chegam a ser 50% da música – já são o bastante para serem hit’s. Quem nunca ouviu a música “Gordinho Gostoso” do Netinho LX? Ele tem outras músicas que contam histórias totalmente fictícias, umas delas se chama “Dono do Banco”, na qual ele diz que é dono do banco e em toda a festa que ele vai banca todo mundo e sabe por que ele banca? Porque ele é dono do banco!

Não tenho nada contra ele, porém, isso não tem nenhuma expressão artística de valor, essa é a verdade.

Mas eu não vim aqui para falar do Netinho LX, eu vou falar sobre a música “Rua Augusta” de Emicida. Essa, traz um contexto totalmente diferente e cá entre nós, bem melhor do que qualquer música do LX.

Eu estou sendo tendencioso? Talvez. Porém, serei sempre tendencioso a favor da boa letra musical.

E a música “Rua Augusta” traz uma expressão artística imensa e você já vai entender o porquê.

Primeiro vamos esquecer do LX.

Agora vamos falar dos principais aspectos que englobam a o clipe musical “Rua Augusta”.

Análise do clipe e música “Rua Augusta”

emicida

Vamos começar do início. Rua Augusta é uma importante avenida situada na cidade de São Paulo, porém tem um grande fluxo de prostituição.

Bem, se você ainda não ouviu a música, ela aborda justamente a vida da prostituição, contando a história de uma prostituta, provavelmente uma personagem fictícia, mas que condizem com a realidade de muitas que ingressaram nesse mundo.

Já o clipe mostra o dia a dia de uma prostitua e os altos e baixos que as mulheres que ingressam nesse mundo enfrentam.

Agora veja um trecho da música:

“[…] Mema grana que compra sexo, mata o amor”.

Nesse trecho o Emicida quer dizer que, o mesmo dinheiro que paga pelo sexo mata o amor, ou seja, sexo pago não tem paixão ou nada parecido, é apenas o prazer comprado.

Em outro trecho ele diz:

“[…] O seu novo amor ta de partida.

Ele espera acaba a noite ela espera acaba a vida”.

Já nesse trecho da música o Emicida retrata perfeitamente o que acontece após o sexo: o homem vai embora, e espera somente uma noite acabar, já a prostituta espera acabar a vida, uma vez que não tem nenhuma esperança de muda-la. É uma ilustração perfeita da realidade.

E o clipe é excelente, pois, ao longo do mesmo, a mulher dá alguns depoimentos, e sempre é intercalada pela letra, cantada pelo Emicida na Rua Augusta, é perfeito.

O mais legal é que a música e o clipe mostram a realidade e o sofrimento sofrido pela mulher. A letra deixa bem claro que ninguém pode julgá-la, pois ninguém paga as contas dela.

E outro trecho da música atinge em cheio essa parte do certo e errado:

“[…] Foda-se se é erro quem fez o certo? Jesus.

E seis agradeceram como? Pregando ele numa cruz”!

Notou a diferença de uma boa música? Na “Rua Augusta” existe algo maior por trás daquela letra, existe uma realidade real. Um usuário lá no Youtube comentou exatamente isso: “Foda é aquele que transforma Tabu em Poema”.

Deixo agora aberto a interpretações. Até breve.